Feliz ano novo! De Novo?


PUNK

É final de ano e novamente as mesmas coisas. Também, o que esperar do ser humano? Cada vez mais apressado, sem tempo para curtir a própria vida, isso porque a vendemos. Muitos dizem que é necessário fazer isto porque ninguém vive sem “Money”, isso mesmo: “Money”. Estamos cada vez mais americanizados. Dinheiro, dinheiro, talvez o mal do século, porque não? Ninguém ousa chama-lo assim, porque somos o seu escravo, nos tornamos dependentes, mesmo sabendo que ele não irá trazer felicidade, mesmo sabendo que ele não irá reviver aquele momento “pai pra filho”. É muito mais fácil comprar um entulho de brinquedos, eletrônicos do que dar carinho e atenção, isto economiza o tempo do proletário, pois este deve apenas fomentar o giro do capital.

“Humm é Dezembro! O natal tá chegano”. E todo mundo corre para as lojas, comprar presente para o filho, afilhado, sobrinho, irmão e para o amigo. Agora todas estas pessoas existem, todas elas são especiais. Ridículo. É isso aê Pow. O natal é tão fútil quanto a Pascoa, Dia dos Namorados e etc. porque são datas meramente comerciais, existem famílias que só se reúnem no às vésperas do Natal para se empanturrarem numa ceia farta e trocarem os presentes, tudo isso é muito bom, mas seria melhor se tivesse um pouquinho de sentimento. É bom lembrar que todo dia é dia do amigo, da mãe, do pai, do namorado, da paz universal e da puta que pariu e que presentes são insignificantes, o que vale é a atitude.

Passa natal. Chega dia 31. Roupas brancas muita semente de romã e uva, viagem para praia, show da banda preferida, fogos de artifícios: “é 10,9,8,7..3,2,1,0 Felizzzzz Ano Novo !!!!”. “Neste ano eu vou dieta, neste ano estudar bastante, neste ano eu vou ser a pessoa mais feliz do mundo” Meras palavras, foram levadas pelas ondas na hora dos 7 pulinhos. Fazemos tantas promessas, tantos planos e esquecemos que a vida se vive agora, o tempo é constante e o nosso relógio biológico não perdoa: Mal nascemos, viramos adultos e morremos e a vida foi apenas uma promessa de ano novo.

Nós humanos perdemos a nossa essência, somos materialistas e preguiçosos, estamos a mercê de maquinas. Destruímos toda natureza em nossa volta pra transforma-la em “bosta”, matamos uns aos outros por poder e mesmo ansiamos que aqui seja um lugar melhor e não somos capazes de compreender a origem dos transtornos a qual somos postos a prova em todo momento.

Devemos mudar(e muito)para que aqui se torne um lugar melhor, ou então nossa passagem não terá significado algum.

FIM!

Ah, Feliz Ano Novo!

-Romário Antônio Guarani-Kaiowá

Anúncios

Um pensamento sobre “Feliz ano novo! De Novo?

O que achas disto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s